Câmara aprova proposta do Governo de renda emergencial de até R$1.200 por família

continua após a propaganda

Deputados, incluindo funcionários do governo, aceitam uma proposta de assistência que pode chegar a 1.200 reais por família de trabalhadores por conta própria, MEIs e desempregados. Câmara aprova proposta do Governo

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira, por consenso, e depois de considerar as propostas do governo Jair Bolsonaro, da oposição e da sociedade civil, um auxílio de 600 reais por adulto de baixa renda pelo período da pandemia. Famílias com duas pessoas trabalhando ou mães solteiras receberão R$ 1.200.

Veja também: As pessoas saberão que foram enganadas pelos governadores e pela imprensa sobre o coronavírus, diz Bolsonaro

Segundo o texto, o benefício é destinado a trabalhadores informais, autônomos, desempregados e MEI (microempreendedores individuais). Pessoas com renda mensal de até três salários mínimos ou meio salário mínimo por membro da família receberão a assistência. Câmara aprova proposta do Governo

A ajuda se estende àqueles que já recebem o Bolsa Família. Além disso, os valores serão de três meses e poderão ser prorrogados enquanto durar a calamidade pública decretada por causa da pandemia de coronavírus. O texto agora vai para o Senado.

Notícias para você

Fique ligado! Receba conteúdos exclusivos para você